Buscar

Nota Fiscal Avulsa x Nota Fiscal Comum: saiba tudo!


O que é uma nota fiscal? E qual a diferença entre uma nota fiscal avulsa e uma nota fiscal comum? Bom, preparamos esse artigo para responder essas e outras diversas questões que permeiam as discussões sobre a ferramenta de registro de transações comerciais mais utilizada pelas empresas.

  • O que é a Nota Fiscal?


gif

A emissão de notas fiscais é a maneira mais adequada para assegurar o registro das vendas de uma empresa. A nota fiscal é um documento oficial de registro, e por esse motivo ela tem sua importância incontestável em diversos aspectos. Por exemplo, é através da consulta das notas fiscais que se pode fazer uma projeção de faturamento, e através da contabilidade das mesmas, utilizá-las para os cálculos dos impostos.

  • Como funciona a emissão de uma Nota Fiscal?

A natureza do serviço que sua empresa presta deve ser o primeiro ponto a ser analisado, pois a nota fiscal deve ser emitida de acordo com essa respectiva natureza de serviço prestado. Isso acontece por meio dos CNAEs (Classificação Nacional de Atividades Econômicas), que são definidos no momento da formalização de uma empresa.

O CNAE é importante pois é ele que indica na nota fiscal a atividade que mais se relaciona com o serviço que está sendo prestado. Porém, mesmo que uma empresa tenha mais de um CNAE, pois se identifica com diversas atividades, no momento da emissão da nota apenas um deverá ser indicado.

  • Diferenças entre Notas Fiscais Avulsas e Comuns

A nota fiscal avulsa (NFA), é relacionada ao seu emissor, e pode ser emitida na versão física e eletrônica. A NFA não precisa de um software de gestão obrigatório para sua emissão, e a mesma tem como característica ser emitida com pouca frequência.

O usuário mais indicado para fazer uso das notas fiscais avulsas é o MEI (Micro Empreendedor Individual) pois este não possui um grande fluxo de operação e por esse motivo tem a facilidade de emitir essas notas avulsamente quando necessário. Os principais pontos a serem observados da NFA estão listados abaixo:

  1. Dispensa um software obrigatório para ser emitida

  2. São emitidas com frequência moderada

  3. Recomendadas para MEI

Já a nota fiscal comum (NF), também denominada como nota fiscal eletrônica (NF-e) leva esse nome pois esse modelo sim, necessita obrigatoriamente de um software para emissão. Ao contrário da NFA, a nota fiscal eletrônica pode ser emitida apenas para empreendedores que já se utilizam do CNPJ (Cadastro Nacional de Pessoa Jurídica).

A NF-e é indicada para empresas que têm um grande volume de transações e vendas. Através dela os empreendedores podem ter um alto controle das comercializações já realizadas, dessa forma organizando o alto volume de operações de forma efetiva e prática. Os principais pontos a serem observados da NF-e estão listados abaixo:

  1. Obrigatoriamente necessita de um software para ser emitida

  2. São emitidas com muita frequência

  3. Recomendadas para empresas que possuem alto grau de transações comerciais

  • A importância da Nota Fiscal

A nota fiscal tem uma imensa importância tanto para as empresas que vendem produtos ou prestam serviços, como para os consumidores que se utilizam deles. Por isso deve ser manter esse documento muito bem arquivado, pois através dele pode ser identificado o objeto da transação, a data em que ocorreu, seu valor e diversas outras informações que podem ser de grande utilidade em um momento de consulta ou até mesmo comprovação.



gif


Gostou deste artigo, quer saber mais sobre temas que podem te ajudar a manter a sua empresa organizada ou outros aspectos que podem influenciar no seu negócio? Leia outros artigos do nosso blog, e fique por dentro de tudo que envolve o mundo da contabilidade e finanças!

Caso ainda tenha alguma dúvida sobre notas fiscais, ou necessite de algum serviço de consultoria contábil, entre em contato e fale conosco. A Ábaco tem sempre as melhores soluções para o seu negócio!



Texto por: Matheus Melo


24 visualizações0 comentário