Buscar

Como criar um planejamento financeiro pessoal eficiente?


Não é novidade nenhuma que ficar contando as moedas no fim do mês é uma das piores sensações possíveis, entretanto o que pouca gente sabe é que a solução para esse problema é bastante simples. É necessário apenas um bom planejamento pessoal que, com a prática e o tempo, se tornará natural.


Como começar o planejamento financeiro pessoal?


Para realizar um planejamento financeiro eficiente, é recomendado que sejam feitas anotações diárias dos gastos em um papel que informe a data, o que foi gasto, o valor e o meio de pagamento.


Não se pode esquecer de deixar anotado os gastos que você já tem conhecimento que ocorrerão no mês e os gastos essenciais, como plano de saúde, contas de água, luz, condomínio, entre outros. É recomendado que tais valores representem, no máximo, 50% do seu salário.


A importância da reserva para emergências


Do dinheiro restante, é recomendado pegar 40% para criação de um fundo de emergência. Mas, afinal, o que seria um bom fundo de emergência? Uma excelente quantia de reserva para imprevistos corresponde a, pelo menos, 6 meses de gastos essenciais.


A quantidade restante pode ser usada para qualquer coisa, o que se desejar, como cinema e outras atividades de lazer.


Novos ares!


Após se atingir a meta desejada para uma reserva de emergência, não há problema em mudar a forma de planejamento. Esse novo planejamento deve manter os 50% com gastos essenciais.


O diferencial é que os 40% que eram destinados a emergências podem ser divididos em 30% para um fundo de aposentadoria e 10% para objetivos futuros, por exemplo, a compra de um carro novo.


Uma outra alternativa


Uma outra ideia para quem já tinha um controle financeiro básico e deseja apenas melhorar essa sua ferramenta e multiplicar seu dinheiro seria realizar investimentos. A melhor alternativa para registrar esses investimentos é anotar como se fossem gastos essenciais, contas que você tem que pagar como qualquer outra.


Entretanto, nessa situação, ao invés de ser um gasto com banco ou empresas, será um gasto consigo mesmo.


O ideal para começar seria manter uma quantia de investimento que represente até 30% do salário e que se comece a investir apenas depois de se construir uma boa reserva de emergência.


FAÇA O DOWNLOAD GRATUITO DO NOSSO E-BOOK: “O GUIA DEFINITIVO PARA FINANÇAS PESSOAIS”.


Conclusão


Todos sabemos que planejar o que fazer com o dinheiro não é algo natural para a maioria da população brasileira, mas é algo que todos sabem que é necessário fazer, seja para não passar aperto e se endividar, como para realizar uma viagem.


Nós da Ábaco sabemos que a maior dificuldade é começar! Dar o start na organização financeira é sempre muito difícil, ainda mais se você nunca a fez antes. Para te ajudar, nós preparamos um quadro para que você consiga separar seus gastos da mesma forma que foi indicada no começo desse texto. Clique aqui e acesse!


Seguindo a estratégia apresentada, você se sentirá mais tranquilo no dia a dia, pois, de fato, se está assumindo totalmente o controle de uma parte importante da sua vida.


O que você achou do tema de hoje? Quer mais informações? Entre em contato conosco por meio da nossa página do Instagram ou pelo nosso site!


__________ Texto escrito por Pedro Fernandes de Oliveira

18 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo