Buscar
  • Ábaco

Reestruturação Financeira: diminua seus custos




A Reestruturação Financeira é uma estratégia bastante utilizada pelas empresas que se encontram em um cenário de dificuldade financeira. Por isso, é importante entender o que é e como executar este processo.

Ver sua empresa perder a capacidade de gerar lucro desperta a preocupação de qualquer empresário. Porém, com uma boa estratégia de Reestruturação Financeira, essa situação pode ser revertida. Neste texto, você aprenderá o passo a passo para a implementação desta ferramenta poderosa, confira! 1) O que é Reestruturação Financeira?


Reestruturação Financeira é o procedimento que visa aplicar uma série de medidas para ajustar a estrutura de capital de uma empresa, no intuito de atingir a sustentabilidade do negócio.


Assim, a Reestruturação Financeira ajuda a restabelecer a saúde financeira da empresa como um todo, por meio de uma análise detalhada das áreas da organização.


Uma Reestruturação bem feita pode mudar o patamar do seu negócio, melhorando a lucratividade com a otimização dos custos e de despesas, possibilitando um melhor aproveitamento das receitas.


2) A Importância da Reestruturação Financeira


O principal objetivo da reestruturação financeira é fazer com que a empresa atinja a sustentabilidade de suas atividades, por meio de um estudo que indique a melhor forma de estruturar seus ativos e passivos. Por ser ser um conjunto de medidas que transforma a empresa de uma maneira mais profunda, a reestruturação costuma ser implementada após um período mais longo de crise financeira.


Se sua empresa apresentar sucessivos prejuízos, níveis de inadimplência altos e caixa fraco, talvez a Reestruturação Financeira possa ser a solução.

3) Como fazer uma Reestruturação Financeira eficaz?


Primeiro: Diagnóstico


O primeiro passo é entender as dificuldades que levaram a empresa à situação atual. As dificuldades mais comuns são a queda nas vendas, falta de recursos para o pagamento dos colaboradores, atraso no pagamento dos fornecedores e falta de controle financeiro.


Segundo: Análise do Fluxo de Caixa


Uma atitude importante é estudar o fluxo de recebimento e pagamento dos meses futuros. Com esse estudo, é possível prever alguns cenários e observar quando haverá um maior desembolso de dinheiro ou uma maior entrada de capital.


Terceiro: Avaliação da necessidade de Capital de Giro


Caso a diferença entre os recursos disponíveis em caixa e as dívidas de curto prazo seja negativa, a empresa necessitará de Capital de Giro. Portanto, é necessário avaliar a capacidade de obtenção de créditos da empresa junto ao mercado.


Quarto: Otimização dos custos A otimização consiste em eliminar os custos que não geram valor ao produto final da empresa, além disso, uma estratégia atual é diminuir custos com pessoal e estrutura física, por meio da implementação do modelo Home Office.



Conclusão


Para fazer uma boa Reestruturação Financeira, é necessário identificar os pontos críticos da empresa, no entanto, sem um controle financeiro, essa tarefa ficará inviável. Dessa maneira, a Ábaco pode te ajudar em uma melhor tomada de decisão, oferecendo serviços de gestão financeira que vão te auxiliar no planejamento empresarial.

Gostou do tema de hoje? Quer mais informações? Entre em contato conosco pelo instagram!

4 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo